O que para você é mais dificil em ser uma garota cristã solteira?



 (1.Uma história como introdução 2. Um conselho 3. Perguntas no final).
Este é um post que requer que eu seja muito realista e honesta. Chegou a hora de abrir meu coração e ser o mais verdadeira que eu puder. Eu quero que você saiba que eu sou apenas uma garota normal, com problemas e medos normais. Minha vida está longe de ser perfeita e eu estou longe de ser perfeita.
A grama do vizinho é sempre mais verde que a nossa.
Frequentemente, nós, garotas cristãs espiamos a vida dos outros e imaginamos que de alguma forma nossa história é mais difícil. Nós olhamos para a vida dos outros e descobrimos que, por alguma razão, a outra garota consegue mais fácil. Você já se sentiu assim? Eu já, com certeza.
Vamos nos livrar da “síndrome da grama mais verde” agora. Eu desafio você a ser humilde e honesta. Eu vou tirar minha “máscara” e ser realista com você. Quer se juntar a mim?
-Aqui está a semente do meu coração.
-Oh eu estava totalmente enganada.
-O que é mais difícil em ser um garota cristã solteira?
Esses pensamentos estão constantemente tentando penetrar minha mente e me tentam a me preocupar.
Então, o que eu faço a partir de agora?
Desejar o casamento em si é algo bom. Deus criou o casamento e é uma bela dádiva e benção. Eu não acho que desistir desse desejo seja a resposta. Eu não acho que tornar esse desejo um ídolo seja a resposta também. Obviamente, preocupação é pecado e não traz nada de bom.
Então o que eu faço?
Tenha um propósito e sirva a Deus.
Tenha uma visão centrada em Deus e O sirva com sua vida.

Seja um desses trabalhadores. Você ficará chocada o quão pouco você se preocupará com sua solteirice e seu futuro quando estiver trabalhando pra Cristo.
Eu gostaria que você fosse aberta e honesta comigo.
➤O que você diria ser a coisa mais difícil para uma garota cristã solteira?

Eu me lembro claramente uma época da minha vida quando eu olhava para as garotas solteiras mais “velhas” (garotas na faixa dos vinte e poucos anos, que é minha idade atual) e ficava, como ficava, tão feliz em não estar na situação delas. Passar da idade de 22 anos como uma garota solteira era um pensamento terrível pra mim. Eu tinha certeza que nunca seria uma daquelas garotas.
Eu pensava comigo mesmo “Não. Eu não. Minha história será diferente. Eu sei que vou casar com o cara dos meus sonhos na idade de 19-20 anos. Não me preocupo com isso”.
Deus tinha uma história completamente diferente para minha vida. O “casar cedo com o cara dos meus sonhos” não estava nos planos dEle.
Então aqui estou eu hoje. Eu tenho 26 anos e sou uma “daquelas garotas” que eu tinha prometido a mim mesma que nunca seria. Estou vivendo uma vida que nunca poderia ter imaginado. Eu estou feliz? Absolutamente. Amo minha vida? Com toda certeza! Eu trocaria? Não mesmo.
Mas não é porque eu amo minha vida que isso significa que ela é sempre fácil. Eu ainda tenho um forte desejo de casar…tipo, ontem seria legal. Ainda luto com preocupações, estresses e aflições com a minha solteirice que nunca acaba.
Depois de pensar sobre isso, tudo se resumia em um problema. Além de todas as dificuldades que existem no fato de ser solteira, eu diria que esta é a mais difícil pra mim.
Para mim, o mais difícil em ser uma garota cristã solteira é o medo do futuro desconhecido.
Entendeu? Medo do futuro desconhecido. Não ter absolutamente ideia nenhuma do que o seu futuro reserva pode ser levemente aterrorizante. Especialmente se tiver a ver com romance.
Não há garantias. Não há um plano. Não há uma pista. Não está escrito na parede: “Apenas espere mais alguns poucos anos”
É isso que me assusta. É uma tentação que me leva a preocupação. É isso que dispara meu medo. Eu não sei o que meu futuro reserva.
- "E se eu ficar solteira pra sempre?”
- "E se as pessoas sentirem pena de mim?”

- "E se os garotos nunca pensarem em mim como uma opção?”

- "E se eu apenas ficar mais velha, mais velha e mais velha?”

- "Não! E se todos os meus irmãos casarem e eu for a única que restar?

Essa frase resume perfeitamente a resposta pra esse dilema:
“Eu não sei o que meu futuro guarda, mas eu sei Quem guarda o meu futuro.”
Deus é o único que eu quero no domínio do meu futuro. Nesses últimos anos eu vi Deus realizar coisas incríveis na minha vida. Eu sei que se Ele quiser que eu case (ter um namorado, ter um relacionamento e etc. etc.) eu terei. Ele obviamente tem um plano diferente. Saber que Ele propositadamente me deixa solteira durante essa fase da minha vida encoraja meu coração e me deixa animada. Ele tem um plano para minha vida. Não estou em algum “estágio intermediário” esperando minha vida começar. Minha vida está acontecendo agora mesmo. Sua vida está acontecendo agora.
A pergunta é, o que você vai fazer com o tempo que Deus dá a você? O que é que eu vou fazer com esses anos de solteirice?
Eu honestamente acredito que uma das melhores maneiras de superar depressão, tristeza, infelicidade e preocupação durante os anos de solteirice é ter um PROPÓSITO ETERNO.
Ter um propósito e servir a Deus traz muita alegria e satisfação. Força você a tirar os olhos de si mesmo e daquilo que você não tem e os coloca nos propósitos de Cristo e nas necessidades dos outros.
Se eu pudesse recomendar uma coisa para as garotas cristãs solteiras durante esse tempo seria:
- Não fique sentada esperando sua vida começar. Comece a viver e prosperar agora mesmo. Você tem muito a oferecer a esse mundo. Deus fala em Lucas 10:2A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos
 Gostaria de continuar essa conversa aqui abaixo. Vamos trocas histórias, encorajar umas as outras e compartilhar a ideia de como ser produtiva durante esse tempo.
➤Visite nosso instagram. @crista.princesa21

Jaquelinne dos Santos disse...

Este post é uma tradução de um artigo de Bethany Baird, publicado originalmente no blog GirlDefined, traduzido e publicado com permissão da autora. O artigo original pode ser encontrado no link: The Hardest Thing About Being a Christian Single Girl.
http://www.girldefined.com/hardest-christian-single-girl

Luana Martins disse...

bem legal, bjos

Ludmila Cruz disse...

Amei demais o post!!